Top

Conheça As 5 Piores Feridas Emocionais Na Infância Que Você Carrega Até Hoje

images-6

Conheça As 5 Piores Feridas Emocionais Na Infância Que Você Carrega Até Hoje

Pense antes de agir

Pense antes de agir

 

MONKEY SEE. MONKEY DO.

Os adultos são consequência do que receberam na sua infância, e sempre vão passar o que receberam para seus filhos…até que…Tenham consciência de suas ações.

Na maior parte dos casos  essa repetição ocorre de forma inconsciente…mas SEMPRE deixam cicatrizes emocionais.

Cuide de seus filhos para que tenham uma vida de auto estima positiva e confiança.
1- O medo do abandono

 

Você abandona pelo medo de ser abandonado. Afinal, já passou por isso diversas vezes.

Quando criança você sofreu ameaça de ser abandonado ( “Faça logo, se não vou te deixar aqui!” … “”Vai ficar de castigo sozinho”… “Se você for, não precisa mais voltar”… ” Deixa isso para lá, esse desenho não vai servir para nada”

São alguns exemplos que você pode ter recebido e que pode estar REPETINDO aos seus filhos.

Assim, há o abandono de relacionamento ou dos projetos de vida por medo de ser abandonado novamente.
Seria algo como “eu vou antes de você me deixar”, “ninguém me apóia, não estou disposto a suportar isso”…
2- O medo da rejeição

“Pare de chorar” … “Levanta do chão, não foi nada” … “Mamãe me dá colo? Você já é grande para isso…”

Já viu alguém do seu lado ter essa atitude?

O medo da rejeição é uma das feridas emocionais mais profundas, porque implica na rejeição de nós mesmos, do nosso interior, ou seja, das nossas experiências, dos nossos pensamentos e dos nossos sentimentos.

A pessoa que tem medo de ser rejeitada não se sente digna de receber afeto ou de ser compreendida e por isso se isola.

São pessoas evasivas.
3- A Humilhação

“Que letra feia” … ” Que barrigão meu filho” … “Como você é burro” … ” Não consegue fazer nada direito”… ” A Maria tem a letra mais bonita do que a sua”  “olha como ela é inteligente, tirou 10 na prova”…

Toda criança já teve uma ação desaprovada, ou criticada.

Não o compare a outras crianças, nem mesmo aos seus irmãos; isto destrói a autoestima deles. O que gera uma personalidade dependente.

Além disso, como mecanismo de defesa, a criança pode aprender a ser “tirana” e egoísta além de repetir as humilhações humilhando outros.

 

4- A traição e o medo de confiar

Cumpra sempre o que prometer a uma criança.

” Essa semana vou levar você naquele lugar que você queria”…Mas você nunca o levou.

Sofrer uma traição na infância (na visão dela, não recebe o que foi combinado) constrói uma pessoa controladora.

Essas pessoas tendem a confirmar seus erros por meio de suas ações.

 

5- A injustiça

Como as crianças são injustiçadas. Antes de se conhecer os fatos, a culpa foi da criança.

Se cai um copo, e foi o gato, mas a criança estava do lado, para o adulto foi a criança.

Se ela está aprendendo a comer, e deixa cair no chão limpo (que o adulto limpou excessivamente), é motivo (não real) para brigar na criança.

Principalmente onde os cuidadores primários são frios, autoritários, e exigentes gerando sentimentos de impotência e inutilidade, tanto na infância como na idade adulta.

É provável que a pessoa desenvolva um fanatismo pela ordem e pelo perfeccionismo, bem como a incapacidade de tomar decisões com confiança.

Como corrigimos esses pontos?

Através da Microfisioterapia podemos ajudar nesse acompanhamento das emoções. O importante é que todos os educadores envolvidos na construção emocional da criança também façam os ajustes necessários.

 

Com certeza você já passou por isso, ou viu alguém passar por alguma dessas situações. Ajude-os compartilhando esse texto, e veja outros assuntos relacionados a MICROFISIOTERAPIA

 

 

No Comments

Post a Comment