Top

Microfisioterapia

MICRO-NOVO
Você já bateu seu braço? E fez uma cicatriz? Sabe aquela casquinha que forma e você tenta mexer seu braço e dói?
 
E depois fica uma marca naquela região. Pode ser que você nem se lembre mais dela com o passar do tempo, mas ela continua ali. E sempre que vai dobrar o braço, ela repuxa internamente e suas camadas da pele.
 
Imaginou?
 
Agora leva isso lá para suas células.
 
Passamos por traumas, querendo ou não, reconhecendo-os ou não. E esses traumas que podem ter grande significado para algumas pessoas, mas para outras não. Eles podem ser transferidos geneticamente por até três gerações anteriores da sua.
 
Sabe quando dizem a você: nossa, você faz isso igual ao seu avô! Você pode interpretar como um elogio ou isso pode não ir de acordo com seus valores. Porque os valores, a geração em que seu avô vivia são bem diferentes das suas condições. O que servia para ele, pode hoje atrapalhar você.
 
A questão é que nem sempre isso é percebido.
 
E esses bloqueios na sua vida, podem aparecer como uma dor no corpo, uma indigestão, enxaqueca ou de comportamento, como estreese, medos, fobias.
 
Ah e o que as células tem haver com isso?
 
Quando esses registros, traumas estão marcados em nosso organismo, eles geram uma cicatriz patológica, assim como aquela batida no braço. Essa cicatriz altera o padrão de vibração das células do seu corpo e trazem como resposta as reações citadas acima como indigestão, problemas respiratórios e de comportamento.
 
E como corrigir? Através da Microfisioterapia onde há a identificação dessa cicatriz patológica, de quando ela foi ocasionada, e estimulada a auto cura celular para ela voltar a ter sua vibração padrão.
 
Incrível não é?
 
Veja o que um paciente falou sobre a técnica:
 
(vou te mandar o escrito)
 
O tratamento da Microfisioterapia pode ser curativo e preventivo. Para todas as idades.
 
Interessante a aplicabilidade em crianças, em que recebem muitas vezes informações sem saber como lidar emocionalmente.
 
Para agendar sua sessão ou conhecer mais sobre a Microfisioterapia clique aqui